Uma breve comparação de desempenho físico entre homens e mulheres

Uma breve comparação de desempenho físico entre homens e mulheres

Avaliação

Diferenças atléticas e o desempenho físico entre homens e mulheres têm muito a ver com características inatas determinadas pela genética e hormônios.

Issi inclui altura, peso, massa muscular, gordura corporal e capacidade aeróbica.

Como grupo, as mulheres não correm, pulam ou nadam tão rápido quanto os homens. As mulheres também são mais propensas a certos tipos de lesões esportivas do que os homens.

Mas mesmo que muita gente não saiba, os metabolismos desses dois gêneros são completamente diferentes, e por isso separamos as principais informações sobre esse assunto para você entender.

Desempenho físico entre homens e mulheres – As diferenças

As diferenças entre os sexos dentro do mundo esportivo e atlético são muitas, principalmente quando se referem as atividades que determinam capacidades decisivas, como a resistência e a força.

Diferença entre homem e mulher

Diferença entre homem e mulher

Dificilmente uma mulher conseguirá ter um desempenho físico melhor do que um homem, porém em atividades que precisam de maior coordenação motora e concentração, as mulheres superam o público masculino.

São muitos os pontos dessa comparação, e por isso separamos algumas funções essenciais que podem diferenciar entre os sexos.

Estrogênio

As mulheres têm mais gordura corporal e juntas mais soltas. Devido aos altos níveis de estrogênio, as mulheres têm mais gordura corporal que os homens.

As atletas femininas mais magras, como as melhores corredoras de maratona, têm gordura corporal de aproximadamente 8%, em comparação com 4% para seus colegas do sexo masculino.

Além disso, os corpos das mulheres são menos musculosos, mas suas articulações são mais flexíveis, o que lhes dá maior amplitude de movimento – uma vantagem em esportes como a ginástica.

A pelve feminina mais ampla também afeta o alinhamento e o movimento das extremidades. Os homens têm níveis mais altos de testosterona, o que lhes dá uma vantagem de desempenho de outras maneiras.

Testosterona

Os homens têm maior massa muscular e a testosterona permite que os homens desenvolvam músculos esqueléticos maiores e corações maiores.

Os homens também têm uma proporção maior de fibras musculares do tipo 2, que geram força, força e velocidade. A testosterona também aumenta a produção de glóbulos vermelhos, que absorvem oxigênio, dando aos homens uma vantagem aeróbica ainda maior.

Lesões

As mulheres são mais propensas a ferir articulações, como ombros e joelhos, músculos do ombro mais fracos e tecidos de suporte mais frouxos significam que a articulação é menos estável do que nos homens.

Além disso, a taxa de lesão ao ligamento cruzado anterior, ou ACL, um importante ligamento do joelho, é significativamente maior em atletas do sexo feminino do que em homens.

Através de treinamento adequado e fortalecimento dos músculos de apoio, as mulheres podem prevenir tais lesões.

Registros esportivos

A diferença de gênero no desempenho físico, e atlético, como mostrado nos registros da competição olímpica, permaneceu estável desde 1983. A diferença média foi de cerca de 10% entre homens e mulheres para todos os eventos.

Casais unidos emagrecem juntos

Casais unidos emagrecem juntos

A diferença média é de 10,7% para corrida, 8,9% para natação e 17,5% para saltos.

Quando os desempenhos melhoram, as melhorias são proporcionais para cada gênero. Ainda assim, em esportes como corrida, uma mulher que está em forma e bem treinada pode superar um homem que não é.

No tiro e competição equestre, onde o equilíbrio físico e concentração mental são essenciais, as mulheres podem competir em pé de igualdade com os homens.

Habilidade Psicomotora

Diferenças de sexo na aptidão física estendem-se ao domínio das habilidades psicomotoras. Habilidades psicomotoras referem-se a habilidades que surgem da coordenação cérebro-corpo.

Estes são geralmente classificados em duas categorias: habilidades motoras grossas e habilidades motoras finas.

Habilidades motoras grossas referem-se a grandes movimentos usando grandes grupos musculares como corrida, alongamento, saltos e componentes de potência secundária relacionados.

A magnitude das diferenças nas habilidades motoras grossas é tão grande quanto as diferenças sexuais no físico.

Por exemplo, em termos de força de preensão manual, 95% dos homens produzem mais força do que 90% das mulheres. 75% dos homens não treinados produzem mais força do que 90% das mulheres com treinamento intenso.

Habilidades motoras finas referem-se a pequenos movimentos usando pequenos grupos musculares, como a manipulação de objetos e movimentos rápidos e precisos.

Os psicólogos revisaram as diferenças sexuais nas habilidades motoras finas que são mais relevantes nos domínios industrial, médico e militar. Sua revisão analisou estudos que envolviam algum tipo de movimento de braço, mão, perna ou pé e em que objetos reais estavam sendo manipulados. Os resultados de sua meta-análise por categoria de habilidades:

A diferença do desempenho físico mensurável ​​em força, velocidade, resiliência e resistência, bem como no controle motor, precisão e complexidade podem explicar amplamente a dominância masculina em contextos ocupacionais relevantes.

 

COMMENTS

WORDPRESS: 0