Avanços na ciência do emagrecimento

A maioria das pessoas que estão buscando emagrecer acabam atirando no escuro e seguindo um rumo errado por falta de informação, só por que “ouviram falar” que dieta xyz é boa, ou é barata. A verdade é que essas pessoas geralmente acabam não conseguindo emagrecer pois não sabem o que fazer, quando fazer, por que estão fazendo e apenas estão coletando informações soltas por aí.

A verdade é que juntar um punhado de informação na internet e tentar montar uma dieta frankenstein caseira pode até te dar algum resultado nos primeiros dias, mas se você quer ter um resultado que vale a pena e que seja mais duradouro, não vai conseguir desta forma.

Como criar um novo hábito: A ciência a seu favor

Você certamente já ouviu o velho chavão “é preciso ter persistência” e isso se justifica e tem base científica, sabia ?

Nosso cérebro é a máquina mais poderosa e eficiente conhecida pela humanidade, e com tanto poder de processamento de informações, o cérebro consome energia o tempo todo, continuamente até o último segundo de vida. Essa energia vem dos nutrientes que consumimos, é claro, por isso alimentar-se bem também é fator que contribui na inteligência.

Como forma de aumentar a própria eficiência, nosso cérebro tenta automatizar tudo que fazemos, de modo que possamos fazer de forma inconsciente, ou seja, sem que precisemos pensar cada passo para executar uma tarefa. Quer alguns exemplos? Aqui vão:

Exemplo 1)  Você precisa pensar para abrir uma porta? Pensar mesmo, do tipo “agora vou levantar meu braço pra colocar minha mão na maçaneta, ok, agora eu preciso girar esta maçaneta até o fim, legal, agora pra abrir a porta, eu preciso puxar a maçaneta pro meu lado, cuidado pra não bater a porta em mim, ok desvia… ” Claro que não, você faz isso no automático, provavelmente pensando em outra coisa.

Exemplo 2) Você não pensa na forma com que utiliza sua toalha de banho, para secar seu corpo após o banho. E se reparar bem a partir de agora, vai perceber que faz isso exatamente igual, todos os dias. Seu cérebro já “instalou” o aplicativo “secar corpo após o banho” e o executa automaticamente sem dificuldades. Você provavelmente faz isso cantando e pensando em qualquer outra coisa.

Exemplos como esses são milhares de milhares, para tudo que fazemos (dirigir é outro clássico).

Sabendo que seu cérebro funciona desta maneira, aqui vai a boa notícia:

AINDA SEGUNDO OS MESMOS CIENTISTAS, VOCÊ PODE TIRAR PROVEITO DISSO.

No livro chamado “Making Habits, Breaking Habits: Why We Do Things, Why We Don’t, and How to Make Any Change Stick” (tradução livre: “Criando hábitos, quebrando hábitos: Por que fazemos coisas, por que não fazemos coisas, e como fazer mudanças permanentes”) o cientista e psicólogo Jeremy Dean escreve justamente sobre isso.

Jeremy Dean nos conta o processo que o cérebro utiliza para automatizar escolhas, criando hábitos e sobre a dificuldade de se livrar de alguns hábitos e ainda criar novos. Ele fala também sobre estudos científicos que dão embasamento real pra um número de dias necessário pra se formar um novo hábito e aqui vai de lambuja pra você: 21 dias são necessários para criar-se um novo hábito.

Portanto, se você está tentando emagrecer e está enfrentando dificuldades em se manter na dieta, tenha em mente que precisa seguir alguns passos durante 21 dias para tudo se tornar mais fácil e automático.

É o que diz o Dr Rodolfo Aurélio, criador de um programa de emagrecimento que entre outras, utiliza esta técnica para ajudar suas pacientes a emagrecer, confira:

“Durante minha especialização, tive a oportunidade de elaborar estudos que comprovam com 100% de certeza, que qualquer pessoa consegue emagrecer através da reeducação alimentar ancorada nos 21 dias, desde que sigam um programa bem elaborado e com acompanhamento ideal”.

Claro que existem vários outros fatores que precisam trabalhar juntos para você ter sucesso neste novo hábito e consequentemente, no seu emagrecimento.

Ainda segundo Dr Rodolfo Aurélio, é importante saber o tipo certo de dieta, mas alguns fatores podem ser determinantes e o resultado pode ir por água a baixo:

“A pessoa que está tentando emagrecer precisa ter em mente que a escolha do tipo de dieta não é tudo, é preciso saber posicionar cada refeição do dia para gerar um efeito combinado. Esse conhecimento não está disponível na internet e todo nutricionista vende este conhecimento em suas consultas”.

O tipo certo de dieta

O metabolismo tem um papel fundamental nesse ponto, cada pessoa tem um tipo de metabolismo e o que serve para uma pessoa, pode não servir para outra.

Você pode ser seu maior exemplo disso: Quantas dietas você já tentou e nunca teve sucesso? Pergunte-se.

De todas as dietas disponíveis, a que mais consegue atender os mais variados “biotipos” e metabolismos, e promover um número altíssimo de resultados positivos é a dieta que atua na redução de carboidratos e aqui temos duas principais e famosas:

Dieta cetogênica

A dieta cetogênica é uma versão “raíz” e muito intensa que vai ao limite na redução de carboidratos e se mantém sempre em baixíssimos índices de consumo de carboidratos.

Dieta low carb

É a “versão light” e mais conhecida da dieta cetogênica. Criada pelo doutor Atkins, enquanto a cetogênica reduz e se mantém em baixo consumo de carboidratos, a dieta low carb tolera um consumo maior de carboidratos (maior, mas ainda baixo) e progride gradativamente durante o processo, aumentando o consumo de acordo com alguns fatores.

Reparou que eu disse “alguns fatores” ? Poisé, aqui está um ponto que ninguém te fala quando você fica catando dietas na internet. Você precisa seguir uma dieta em que cada refeição, lanche, bebida, está posicionada de forma estratégica e programada.

Talvez por isso muita gente não consiga emagrecer de forma duradoura, se resumindo a um resultado pequeno nas primeiras semanas.

Apesar de existirem conteúdo de alta qualidade em alguns sites, esse posicionamento estratégico de cada refeição requer o conhecimento de um especialista nutricional e endócrino, e nunca é de graça. A boa notícia é que mas que não custa caro, pelo contrário, geralmente custa mais barato que a mensalidade de uma academia ou uma consulta à nutricionista.

Uma coisa é certa: aposte na dieta low carb como a melhor escolha de dieta e ainda é possível combinar com um processo detox para agregar saúde e emagrecimento.

Três maiores medos de quem está tentando emagrecer

O efeito sanfona é o maior medo de todos para quem está tentando emagrecer, ou seja, conseguir emagrecer vários kg e acabar recuperando a gordura toda de novo pouco tempo depois.

Outro medo muito comum, e também fruto de falta de informação, está no achismo de que é preciso passar fome para conseguir emagrecer. Muitas dietas comuns acabam fazendo você passar fome mesmo, e isso não é bom, ninguém gosta.

O terceiro maior medo, está na abstinência de alimentos saborosos. Ninguém quer deixar de comer coisas gostosas, mesmo que a recompensa seja muito alta (como conquistar um corpo bonito ou mais saúde), e esse é um ponto delicado no processo de emagrecimento. Felizmente, existem alternativas em que você não precisa nem passar fome, nem deixar de comer coisas deliciosas e ainda conseguir emagrecer de forma consistente.

Resumo final

Neste artigo, entendemos que a ciência mostra que para sua dieta ter sucesso você precisa se manter em um programa por pelo menos 21 dias. Também entendemos que apenas receitas e dietas soltas na internet não tem o “pulo do gato” do posicionamento estratégico de cada refeição que gera a reação em cadeia necessária para o emagrecimento progressivo e contínuo, e que este conhecimento não é de graça mas geralmente é barato. Aprendemos que a dieta de baixo carboidrato é a mais indicada e que os três maiores medos de quem quer emagrecer são passar fome, deixar de comer coisas gostosas e o efeito sanfona (engordar tudo de novo pouco tempo depois de conseguir emagrecer). Você concorda?

O Dr Rodolfo Aurélio é criador de um programa de emagrecimento online chamado “Dieta de 21 dias“, que promete emagrecimento definitivo e prático, sem controle de calorias, sem passar fome e sem sofrimento. Você pode conhecer tudo sobre esta dieta baseada em low carb, no site oficial clicando aqui

Sobre o Autor

Paula C
Paula C

Oi, sou a Paula Gosto de comer sem culpa depois de ter lutado e vencido a balança por anos. Acredito que isso pode ser conquistado por todas as mulheres que realmente querem melhorar a saúde e aqui posto conteúdo com este propósito.