tr?id=1285203824994171&ev=PageView&noscript=1 - Dieta paleolítica: como funciona, quais os benefícios e cardápio
Dieta paleolítica: como funciona, quais os benefícios e cardápio

A dieta paleolítica, ou dieta paleo como também é conhecida, é uma dieta cujo principal objetivo é promover uma alimentação semelhante à dos nossos ancestrais. Isso mesmo, da idade da pedra. Naquela época, o homem caçava para se alimentar. E na dieta paleolítica, o consumo de carnes e proteínas estão liberados. Já os carboidratos são consumidos de forma bem mais restrita. Hoje você vai conferir os benefícios da dieta paleolítica e como ela ajuda a emagrecer!

Considerada uma ótima opção para quem deseja perder peso, a dieta paleolítica possui muitos benefícios. Além da perda de peso, a dieta paleo promete reduzir os níveis elevados de açúcar no sangue, a fim de minimizar as chances de problemas cardíacos. Ao mesmo tempo, a dieta propõe um estilo de vida mais saudável aos seus adeptos.

Como funciona e porque emagrece?

O principal alimento na dieta paleolítica é a carne. As proteínas são muito importantes para o corpo, pois compõem os músculos e recuperam os tecidos. Também auxiliam o organismo a produzir hormônios, anticorpos e enzimas, além de contribuir com o metabolismo.

Os carboidratos consumidos na dieta paleo são basicamente os de fontes naturais, como os legumes e as frutas, que além de terem as quantidades necessárias de vitaminas e minerais, também tem fibras e possuem um menor índice glicêmico que os carboidratos refinados, como a farinha e açúcares, por exemplo. Sem falar que os carboidratos atrapalham o emagrecimento.

Dessa forma, com um maior consumo de proteínas e a quantidade certa de carboidratos, o organismo consegue gastar mais energia do que consome, fazendo assim, com que ocorra o emagrecimento de forma saudável.

Um ponto interessante desta dieta, está no fato de não ser necessário pré-estabelecer o número de refeições ou restringir/controlar o número de calorias ingeridas ao dia. Na dieta paleolítica, você come até ficar satisfeita e pronto (nada de fome!). Porém, é preciso ter atenção para evitar comer quando estiver sem fome, para não ter efeito oposto ao desejado.

A dieta paleolítica se baseia em consumo de proteínas vindas de cortes de carne magra de vaca, peixe e aves, além de ovos, frutos do mar e queijos. O consumo de proteínas dentro desta dieta representará algo em torno de 25 a 30% do total de calorias diárias, enquanto que em uma dieta normal este valor gira em torno de 14% a 16%. Já os carboidratos diminuem para 30% do consumo de calorias diárias, enquanto em uma dieta normal este valor gira em torno de 50% a 60%.

Entre as gorduras liberadas nesta dieta, estão óleos vegetais, castanhas, óleo de coco e azeite e a idéia aqui é evitar alimentos processados.

Para entender melhor os grupos alimentares e quais alimentos você pode utilizar e quais deve evitar, confira os tópicos abaixo.

Relacionados:

Alimentos permitidos na dieta paleolítica

Confira agora os alimentos permitidos na dieta paleo, isto é, tudo o que deve ser consumido:

  • Carnes– Em primeiro lugar estão as carnes, como carne vermelha, frango, peixes, carne de porco e de cordeiro.
  • Ovos– também são excelentes fontes de vitaminas.
  • Legumes e verduras– inclua sempre legumes na dieta paleo, como por exemplo, brócolis, cenouras, abóboras, cebola, couve, chuchu, alface, tomate, agrião, rúcula, etc.
  • Frutas – são ótimas opções, já que são fontes de vitaminas e principalmente fibras – são elas: maçãs, laranjas, bananas, uvas, morangos, abacates, etc.
  • Oleaginosas– nozes, amêndoas, castanhas, sementes de girassol e abóbora, etc.
  • Gorduras consideradas boas– azeite de oliva, óleo de coco, abacate, entre outros.
  • Temperos – sal, alho, manjericão, alecrim, açafrão, etc. Prefira os temperos naturais.

Baixe este ebook de graça!

15 receitas low carb especiais

lowcarb books horizontal clean transparente small - Dieta paleolítica: como funciona, quais os benefícios e cardápio
Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

O que deve ser evitado

Saiba quais são os alimentos que não devem ser consumidos na dieta:

  • Açúcares refinados e doces– por exemplo: pães, biscoitos recheados, massas, refrigerantes e energéticos, chocolates (exceto o chocolate amargo), sobremesas e doces em geral ricos em açúcares.
  • Farinhas – todos os alimentos a base de trigo, centeio, cevada, entre outras.
  • Alimentos processados– alimentos prontos e industrializados, sejam rotulados como sendo “light” ou “com baixo teor de gordura” ou não.
  • Adoçantes – como por exemplo os adoçantes a base de aspartame, sacarina, sucralose e ciclamatos.
  • Gorduras trans– evite os alimentos que contenham gorduras trans, basta conferir no rótulo do alimento.
  • Óleos de origem vegetal– óleo de soja, de girassol, de milho, de cártamo, de semente de uva, entre outros.

Benefícios da dieta paleolítica

Conheça os benefícios da dieta paleo para a saúde e também para o emagrecimento:

  • Por ser pobre em carboidratos, a dieta paleolítica reduz drasticamente as fontes de inflamações
  • Graças aos alimentos naturais muito presentes na dieta paleo, o organismo digere e absorve melhor o que se come
  • Com carboidratos de qualidade, a dieta paleolítica auxilia no controle e tratamento da diabetes pois diminui a resistência da insulina no organismo
  • Auxilia no emagrecimento, pois além de ser muito nutritiva, é capaz de gerar a saciedade comendo menos, ou seja, menos calorias
  • Evitar ao máximo o açúcar refinado e alimentos processados melhora a saúde em geral, além de também auxiliar no emagrecimento.

Algumas desvantagens

Como toda a dieta tem seus prós e contras, na dieta paleolítica não é diferente.

  • Consumir proteínas em excesso pode colocar em risco a saúde dos rins bem como reduzir o cálcio dos ossos. Dessa forma, tente equilibrar os alimentos da dieta para que não ocorra nenhum tipo de problema
  • A gordura, desde que as consideradas boas, estão “liberadas” na dieta paleo. Mas consumir gorduras em excesso também não é ideal. Sendo assim, consuma de forma moderada
  • Frutas também estão incluídas na dieta paleolítica. Mas também devem ser consumidas com moderação, já que as frutas são alimentos ricos em frutose, que é um tipo de açúcar. Então, não exagere.

Cardápio da dieta paleolítica

A seguir, vamos mostrar algumas opções de refeições a serem feitas na dieta paleo. Mas lembre-se de escolher apenas uma opção por refeição.

Opções de café da manhã:

  • Café sem açúcar com leite de coco ou amêndoas + omelete + uma fruta, por exemplo, uma laranja ou maçã
  • Café preto sem açúcar + 1 ou 2 ovos mexidos com tomate e orégano + uma fruta

Lanche da manhã:

  • Duas fatias de abacate com um limão espremido
  • Duas rodelas finas de abacaxi com canela

No almoço e no jantar, as opções são as seguintes:

  • 150g de carne magra + salada de alface, rúcula e tomate + 1 fruta (para comer: laranja ou se preferir tomar, água com suco de 1 limão)
  • 140g de peito de frango ou atum + moranga refogada + salada de cenoura e beterraba raladas + 3 morangos ou água com suco de 1 limão espremido
  • 140g de carne moída com macarrão de 1 abobrinha e molho feito com tomates + salada de repolho, alface e agrião + 1 fruta como pêra ou água com suco de 1 limão espremido

Para o lanche da tarde, você pode escolher uma das opções:

  • 2 ovos cozidos
  • 1 banana picada com canela
  • 1 ovo cozido + 1 fruta como por exemplo pêssego ou manga

O mais importante de se saber quando se quer começar uma dieta, é que o primeiro passo é buscar orientação de um profissional nutricionista, pois cada pessoa deve ser avaliada individualmente para que o plano alimentar seja adaptado de acordo com sua saúde.

Fique por dentro da paleo!

A dieta paleolítica é uma poderosíssima forma de emagrecer apenas com a reeducação alimentar. Para saber mais sobre esta dieta, e ter acesso a truques e segredos da paleo, clique aqui e acesse o conteúdo especial.

Sobre o Autor